quinta-feira, agosto 05, 2004

Passado fim de semana

A minha última deslocação foi direccionada para os países baixos, como se pode ler na placa na fronteira da Bélgica com a Holanda, pelo lado de Maastrich.
O meu sistema de posição global, PSQC e o NCSP , sistemas estes já tradicionais para quem anda na estrada ou quer ir a algum lado, tipicamente português, claro!
Eu explico;
P.S.Q.C. = Pergunta Se Queres Chegar e o N. C. S. P.= Nariz Chega Sempre Primeiro ; )
Funcionaram em pleno, não precisa de satélite e faz directa concorrência ao G.P.S. com uma grande virtude, é que com o meu sistema tens ainda possibilidade de ir conhecendo algumas pessoas pelo caminho...eheheh
Bem, Fui para Herleen na Holanda, cheguei na passada quinta-feira ao fim do dia, na sexta-feira de manhã bateram-me a porta, desta vez bastante suave, ainda bem, não acordei sobressaltado, camião ficou vazio e ofereceram-me na cantina da empresa um pequeno almoço de sopa de tomate em pacote com agua quente;
A empresa onde descarreguei: Uma actividade tão simples, tão simples, que não entendo como conseguem ter umas boas instalações, boas maquinas em suma umas infra-estruturas limpas, organizadas e acima de tudo funcionais; Levei placas para colocarem lã de vidro ou outro material, que de seguida eram vendidas para o isolamento das casas; Aqui certamente daria prejuízo.
A seguir Antwerpeen, carreguei calços de travões e recebi um telefonema a perguntar onde andava eu, finalizaram com um o.k. boa viagem, a seguir tinha Rekeem, um parque empresarial importante junto a fronteira da Bélgica com a França, digo eu cá para os botões da minha carcela; Ora Bem, estou aqui, são 12 horas, carregando cedo, penso que ainda tenho hipótese de atravessar a França e não levo com as restrições.
Tudo quase a finalizar a ultima carga, viram-se para mim e dizem, vais encostar o camião ali ao lado porque tens que aguardar por uma Palete que esta ai a chegar; E quanto tempo ?- perguntei eu. Resposta - Não sei. Ora mandei-me ao ar e disse que de manhã telefonaram-me e eu não estava atrasado, agora estou a espera de uma simples Palete e não sabem quando vem !!!? - depois digam que o camionista é bruto e mal educado.
Passadas 5 horas, lá apareceu a palete, eram 6 horas da tarde; Camião carregado, depois disto tudo ainda tem a lata de me pedirem para dar um "esticão" para ver se ainda tenho hipótese de passar a França....!!!! Eu respondi - Estou parado desde as 13 horas, tenho somente hoje 4 horas de condução, mas estou a trabalhar desde as 6 Horas da manhã....
Fiz-me a estrada, a revolta que sentia por uma simples palete que aguardei 5 horas, era dissolvida com o alivio de estar a "descer" estar a ir para casa, o assunto era outro o de passar Paris e saber que não podia conduzir muito mais derivado as horas de trabalho que já tinha.... Punido por Lei, uma grave coima que o patrão não paga e pode ate chegar a ter que ficar proibido de entrar no país, em alguns caso dá Prisão... Pois isto tudo me veio a cabeça quando resolvi falcatrua num disco, eu quero ir para casa.
Passei Paris, cheguei a Poitiers a Meia-noite, encostei porque o cansaço começaram a aparecer e eu mesmo com a consciência perturbada em estar a cometer uma ilegalidade, com sono NÃO CONDUZO.
Acordei Sábado de Manhã, meti-me no meio da confusão dos que começam as férias; Estas alturas é semelhante confusão que o melhor é encostar e decididamente parar, o fim de semana estava perdido.
Na Portagem de Tours, só para veres que não é assim muito grande, a Portagem da A1 Porto - Lisboa, tanto em Lisboa como a do Porto são 3 vezes maiores do que esta, e imagina quantos automóveis passavam por hora, nada mais nada menos do que 2.900 carros por hora.

Uma foto, que em primeiro lugar ninguém tinha coragem em publica-la, segundo é uma foto do tempo que aproveitei quando parado para dar uma arrumação a "minha casa".
Assim um camionista português passa um fim de semana estúpido, a guardar a carga do camião, o camião, a comer da lata, a mijar no pneu, somente porque uma palete demorou e a França decretou restrições (a Itália igualmente mas não vinha desse lado), resumindo e concluindo, para casa não poderia haver excepções ?
Os Franceses, ninguém os vê; Alguns e não muitos mesmo Espanhóis também não, carregam cedo, os patrões chateiam o transitario para lhes despacharem o camião cedo e porque lhes tem que pagar o fim de semana na estrada conseguem com que eles não esperem por uma palete 2 horas quanto mais 6; os de Mais Longe, somos nós, recebemos JUÍZO ao fim de semana, para não dizer uma palavra feia.
Bom Dia